O Princípio da Demanda Efetiva

Ficha de estudos sobre o capítulo III do livro Teoria Geral, de John Maynard Keynes – Análise Macroeconômica – Prof. Fernando Ferrari Filho

I

  • Gastos do empresário quando emprega mão de obra:
  1. custo de fatores do emprego (gastos com fatores de produção)
  2. custo de uso do emprego (gastos com outros empresários + uso do equipamento).
  • Renda do empresário:

L = valor da produção resultante – (custo de fatores + custo de uso)

  • Renda Total:

RT = custo de fatores + L = renda agregada

  • Volume de emprego: depende do nível de receita que os empresários esperam receber da produção = expectacional
  • Função da Oferta Agregada:   em que Z = preço de oferta agregada da produção e N é o nº de homens empregados

Z = Φ (N)

  • Função da Demanda Agregada: em que D = produto que os empresários esperam receber do emprego e N é o nº homens empregados

D = f (N)

  • Demanda Efetiva: será o valor de D no ponto de interseção da curva da demanda agregada com a da oferta agregada.
  • Para os clássicos, sempre  D = Z , ou seja, supõe-se que f (N) e Φ (N) sejam iguais para todos os valores de N, para qualquer volume de produção e de emprego.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s